08/07/2020

Os novos rumos da tecnologia no seu restaurante

 

No dia 23/06, a Olitécnica participou de uma live com especialistas e consultores de restaurantes sobre os rumos da tecnologia para esse setor.


Reunimos algumas informações importantes da live para você implementar no seu estabelecimento e acompanhar as mudanças de comportamento.


O mundo dos restaurantes e food service gera uma infinidade de dados. Cada venda gera importantes informações como itens comprados, produtos mais vendidos, atividades da semana/mês/ano, dados de clientes, entre outros.


A tecnologia atrelada à inteligência de dados é um investimento para gastar menos no marketing. Quando o restaurante tem a informação do consumidor, torna-se mais assertivo na hora de elaborar uma estratégia de marketing e remarketing para trazer o cliente de volta. Lembre-se: O custo para manter um cliente é 7x mais barato que conseguir um novo.


SOFTWARES DE GESTÃO

Durante os anos foi colocado algumas ferramentas para o gestor conhecer o seu cliente. Uma das mais eficazes, sem dúvidas, é o software de gestão. Estamos vivendo uma evolução da necessidade de um software em todos os tipos de comércio, principalmente no setor alimentício. Quem tinha um software antes da pandemia do novo coronavírus, saiu menos prejudicado com o fechamento do comércio. Por outro lado, quem ainda não tinha dados dos clientes como nome, telefones, e-mail e localização encontrou dificuldades para divulgar o estabelecimento para o consumidor recluso.


Além dos dados de clientes, é muito importante saber informações sobre o próprio estabelecimento. Os softwares fazem isso de maneira adequada e são grandes apoiadores na gestão. A ferramenta tem o intuito de fazer com que o gestor saiba encontrar o ponto de equilíbrio da empresa, como a análise de estoque, DRE, CMV. Estar às cegas com o próprio negócio é uma desvantagem!


CARDÁPIO DIGITAL

A reabertura gradual dos restaurantes está sendo acompanhada de uma preocupação: como diminuir o risco contágio pelo novo coronavírus em itens de uso comum, como cardápios de papel e maquininhas de pagamentos?


A ideia é não ter mais cardápio de papel por várias questões: higienização, mobilidade, redução de custos, entre outros.


Essa mudança consiste em permitir o acesso ao cardápio pelo celular através de um cartão plastificado com QR Code sobre as mesas. Basta o cliente apontar a câmera para o QR Code e ele já abre o navegador levando para a página onde está o cardápio. Isso evita que fique passando o cardápio de mão em mão, e os clientes se sentem mais seguros.


CARDÁPIOS MAIS ENXUTOS

Os restaurantes começaram a adotar um cardápio mais diversificado justamente porque o público ficou mais variado. Mas, e agora? Essa estratégia se mantém? Especialistas do mercado dizem que nesse momento de pandemia, a dica é apostar em cardápios mais enxutos, com foco em especialidades do restaurante, pratos diferenciados e giro maior de vendas.


 

Gostou do nosso resumo? Se você deseja assistir a live na íntegra clique aqui.

Deseja saber mais sobre cardápio digital e soluções eficazes para a reabertura do seu negócio? Fale conosco agora: (54) 3209-7130 ou marque uma reunião.




Olitécnica